publicidade

Crédito pessoal mais barato

Recorrer ao crédito tem vindo a ser necessário na maioria das famílias, sendo indispensável encontrar o crédito pessoal mais barato. Encontrar um crédito pessoal mais barato é o primeiro passo para não entrar em incumprimento, algo que muito se tem falado ultimamente.

Para que serve um crédito pessoal mais barato

Nos últimos anos, o consumismo tem aumentado para que as pessoas possam comprar um carro de sonho, fazer aquela viagem à muito planeada, um computador novo ou outra coisa que as pessoas não podem comprar no momento e para tal recorrem aocrédito pessoal mais barato.

A facilidade com que se obtêm um crédito pessoal mais barato fez disparar os pedidos deste tipo de créditos mas que face à actual situação financeira (crise nacional e internacional, desemprego, aumento de impostos, etc) tem sido utilizado para as despesas do dia-a-dia.

É por este motivo que este blog aborda o tema de descobrir um crédito pessoal mais barato para que possa enfrentar a sua vida sem ter que se preocupar se irá ter dinheiro ou não para pagar o crédito pessoal mais barato.

Considerações para encontrar um crédito pessoal mais barato

publicidade

Um crédito pessoal mais barato é encontrado quando se calcula o valor total a pagar e não a mensalidade. Muitas são as pessoas, que por não saberem, procuram créditos pessoais com prazos mais alargados por acharem que sai mas barato.

Claro que, muitas são as financeiras que “empurram” os clientes para prazos mais alongados porque à partida é a melhor opção para o cliente. Na verdade, é melhor para o cliente caso este não possua dinheiro para prazos mais curtos porque a fazer as contas, o crédito pessoal mais barato tem sempre um prazo menor.

Exemplo de crédito pessoal mais barato

Vamos fazer umas contas rápidas para encontrar um crédito pessoal mais barato: o valor a ser pedido é de 5000€ e vamos fazer contas para dois prazos, 24 e 60 meses. Considerando uma taxa de juro (TAEG) de 11,7%, o valor mensal para o prazo de 24 meses é de 228€ (valor arredondado) e para 60 meses, a mensalidade fica-se pelos 103€ (valor arredondado).

Apesar de parecer que o prazo de 60 meses é a melhor opção pelo valor mensal ser muito menos do que o valor para o prazo de 24 meses, ocrédito pessoal mais barato é mesmo o de 24 meses. Ora vejamos:

  • Prazo a 60 meses: 103€/mês * 60 meses = 6180€.
  • Prazo a 24 meses: 228€/mês *24 meses = 5472€.

Como pode ver, o crédito pessoal mais barato é a 24 meses custando 5472€ no final do prazo, pagando 472€ de juros. Caso opta-se pelo crédito a 60 meses iria pagar mais 708€ do que a outra opção, pagando 1180€ de juro na totalidade.

Pode fazer estas contas com diferentes TAEG’s e o resultado será sempre o mesmo: o crédito pessoal mais barato é a curto prazo.

A melhor opção para si

Se optar pelo crédito pessoal mais barato, ou seja, aquele com menor prazo, terá um encargo maior do que se optasse pelo prazo mais alargado. Apesar de a 60 meses, o alivio no orçamento pessoal ser maior, deve fazer as contas para ver se realmente consegue pagar num menor prazo e não optar pelo que paga menos mensalmente.

publicidade

Write A Comment